Posts Tagged ‘pagina’

h1

27/11/2014

Marca páginas com elástico. Não cai do meio do livro!!

R$ 6,00

marca paginas rosa

Queda de Gigantes

Ken Follett

A trama começa no início do século XX e acompanha a saga de cinco famílias de diferentes origens sociais e nacionalidades – americana, russa, alemã, inglesa e galesa – que vão vivenciar os acontecimentos que abalarão o mundo, como a Primeira Guerra Mundial, a Revolução Russa, a ascensão da classe trabalhadora e a luta pelo voto feminino.

Em uma narrativa repleta de paixão, aventura e suspense, Follett cria personagens inesquecíveis que, ao perseguir seus sonhos e escolher o rumo de suas vidas, ajudam a fazer história.

h1

Flor

20/10/2011

Este marca páginas é super prático, as páginas não se perdem pois ficam presas com um elástico

R$ 6,00

A cidade do sol

Khaled Hosseini

Mariam tem 33 anos. Sua mãe morreu quando ela tinha 15 anos e Jalil, o homem que deveria ser seu pai, a deu em casamento a Rasheed, um sapateiro de 45 anos. Ela sempre soube que seu destino era servir seu marido e dar-lhe muitos filhos. Mas as pessoas não controlam seus destinos.

Laila tem 14 anos. É filha de um professor que sempre lhe diz: “Você pode ser tudo o que quiser.” Ela vai à escola todos os dias, é considerada uma das melhores alunas do colégio e sempre soube que seu destino era muito maior do que casar e ter filhos. Mas as pessoas não controlam seus destinos. Confrontadas pela História, o que parecia impossível acontece: Mariam e Laila se encontram, absolutamente sós.

E a partir desse momento, embora a História continue a decidir os destinos, uma outra história começa a ser contada, aquela que ensina que todos nós fazemos parte do “todo humano”, somos iguais na diferença, com nossos pensamentos, sentimentos e mistérios.

h1

Marca páginas

07/10/2011

Adoro este marca páginas com tecido de pimentinhas…

R$ 6,00

O código Da Vinci

Dan Brown

Que mistério se esconde por trás do sorriso de Mona Lisa? Durante séculos, a igreja conseguiu manter a verdade oculta… mas agora.

Antes de morrer assassinado, Jacques Saunière, o último grande mestre de uma sociedade secreta que remonta ao tempo da fundação dos Templários, transmite à sua neta Sofia uma chave misteriosa.

Saunière e seus antecessores, entre os quais se encontravam homens como Isaac Newton e Leonardo da Vinci, conservaram durante séculos um conhecimento que pode mudar completamente a história da humanidade. Agora, Sofia com a ajuda do expert em simbologia Robert Langdon, parte em busca deste segredo em uma carreira trepidante que os levam de uma chave a outra, decifrando mensagens ocultas nos mais famosos quadros do genial pintor e nas paredes das antigas catedrais.

Um quebra-cabeças que  será solucionado, já que não estão sozinhos no jogo: uma poderosa e influente organização católica está disposta a utilizar todos os meios para evitar que o segredo seja divulgado.

Um apaixonante jogo de chaves escondidas, revelações surpreendentes, enigmas complicados, verdades, mentiras, realidades históricas, mitos, símbolos, ritos, mistérios e suposições em uma trama cheia de reviravoltas inesperadas narrada com um ritmo incessante que conduz o leitor ao segredo mais cuidadosamente guardado desde o inicio da nossa era.

h1

Flor

24/08/2011

Adorei este marca páginas, ficou muito fofo!! A foto é uma das minhas preferidas

h1

Flor

11/07/2011

Marca páginas com feltro

R$ 7,00

O caçador de pipas

Khaled Hosseini

O caçador de pipas  conta a história da amizade de Amir e Hassan, dois meninos quase da mesma idade, que vivem vidas muito diferentes no Afeganistão da década de 1970.

Amir é rico e bem-nascido, um pouco covarde, e sempre em busca da aprovação de seu próprio pai. Hassan, que não sabe ler nem escrever, é conhecido por coragem e bondade. Os dois, no entanto, são loucos por histórias antigas de grandes guerreiros, filmes de caubói americanos e pipas. E é justamente durante um campeonato de pipas, no inverno de 1975, que Hassan dá a Amir a chance de ser um grande homem, mas ele não enxerga sua redenção.

Após desperdiçar a última chance, Amir vai para os Estados Unidos, fugindo da invasão soviética ao Afeganistão, mas vinte anos depois Hassan e a pipa azul o fazem voltar à sua terra natal para acertar contas com o passado. “

Esta é uma daquelas histórias inesquecíveis, que permanecem na nossa memória por anos a fio. Por muito tempo, tudo o que eu li me pareceu sem graça. Todos os grandes temas da literatura e da vida são o material com que é tecido esse romance extraordinário: amor, honra, culpa, medo, redenção.” – Isabel Allende.

h1

Presente

18/06/2011

Este marca páginas junto com o brochinho foram oferecidos como presente de aniversário… Muito fofos!!

h1

Os fios que iluminam nossas vidas

17/06/2011

Este marca páginas ficou muito fofo!!

R$ 6,00

Os Fios da Fortuna

Anita Amirrezvani 

Na Pérsia do século XVII, a vida de uma jovem aldeã sofre uma reviravolta após a passagem de um cometa. Seu pai morre e ela acaba conhecendo a miséria e a descrença. Com o tio, a jovem aprende a arte da tapeçaria, tornando-se a tapeceira preferida do xá Abbas.

Com belíssimas metáforas sobre a força das pessoas na construção e costura de suas biografias, e permeada por lendas da antiga Pérsia, Os fios da fortuna é um romance emocionante que leva o leitor, num só fôlego, a torcer pelo destino de sua personagem, que sonha apenas em não ser mais uma mulher sem nome.

Os fios da fortuna é uma bela e intencional homenagem a todos os anônimos artesãos da tapeçaria persa. Anita Amirrezvani ficou nove anos pesquisando arquivos iranianos e escrevendo esse romance, mas com ele alcançou o lugar de uma das mais prestigiadas jovens escritoras do momento.

h1

Marca páginas

20/05/2011

Os tecidinhos lilás são um sucesso!!

R$ 6,00

Na toca do leão

Ken Follett

Há um vale no Afeganistão rodeado de montanhas agrestes. Seu nome é Vale dos Cinco Leões, lugar de que falam as mais antigas lendas, onde homens e costumes permanecem imutáveis desde tempos imemoriais. É aí que Ken Follett ambienta este seu espectacular romance, com uma história exótica de espionagem, intriga internacional e amores perigosos.

Em Na Toca Do Leão, Jane e Ellis, dois americanos, encontram-se em Paris e iniciam um relacionamento, que termina assim que a mulher descobre que Ellis é um agente da CIA. Ele volta para os Estados Unidos e Jane casa-se com Jean-Pierre Debout, um médico francês, e o acompanha até o Afeganistão, onde ele inicia sua missão de cuidar dos rebeldes que resistem ao exército russo.

Apenas depois do nascimento de sua filha, Jane descobre que seu marido é na verdade um espião que trabalha para os russos, e que foi ele o responsável pelo massacre do grupo de guerrilheiros. Ellis reaparece com uma oferta de auxílio americano para o líder afegão Masud, alvo do conspirador Jean-Pierre.

A tentativa de fuga de Ellis, Jane e sua filha pequena por montanhas inóspitas e traiçoeiras, perseguidos de perto pelos inimigos russos, constitui mais uma trama eletrizante do mestre do suspense Ken Follett.

h1

Floral

17/05/2011

Esta combinação de tecidos florais azul e verde ficou linda, adorei!!

R$ 6,00

Fortaleza Digital

 Dan Brown

“Fortaleza Digital é o melhor e mais realístico suspense tecnológico lançado em muitos anos. A habilidade de Dan Brown para tratar do conflito entre as liberdades individuais e as questões de segurança nacional é impressionante… Impossível não ficar arrepiado a cada página.” The Midwest Book Review

Antes de estourar no mundo inteiro com O Código Da Vinci, Dan Brown já demonstrava um talento singular como contador de histórias no seu primeiro livro, Fortaleza Digital, lançado em 1998, nos Estados Unidos. Muitos dos ingredientes que, anos depois, fariam com que o autor fosse reconhecido como um novo mestre dos livros de ação e suspense já estavam presentes no seu romance de estreia: a narrativa rápida, a trama repleta de reviravoltas que prendem o leitor da primeira à última página e o fascínio exercido por códigos secretos, criptografia e enigmas misteriosos.

Em Fortaleza Digital, Brown mergulha no intrigante universo dos serviços de informação e ambienta sua história na ultra-secreta e multibilionária NSA, a Agência de Segurança Nacional americana, mais poderosa do que a CIA ou qualquer outra organização de inteligência do mundo.

Quando o supercomputador da NSA, até então considerado uma arma invencível para decodificar mensagens terroristas transmitidas pela Internet, se depara com um novo código que não pode ser quebrado, a agência recorre à sua mais brilhante criptógrafa, a bela matemática Susan Fletcher.

Presa numa teia de segredos e mentiras, sem saber em quem confiar, Susan precisa encontrar a chave do engenhoso código para evitar o maior desastre da história da inteligência americana e para salvar a sua vida e a do homem que ama.

h1

Muito fofo!

14/05/2011

Estou apaixonada por este marca páginas, ele ficou muito, muito fofo!!

R$ 6,00

 

1822

Laurentino Gomes

“Foi como um simples tropeiro, às voltas com as dificuldades naturais do corpo e de seu tempo, que D. Pedro proclamou a Independência.”

Um livro que desvenda os acontecimentos históricos com uma metodologia sem falhas e que se lê com um sorriso nos lábios.

O livro 1822 pretende mostrar que país era este que a corte de D. João deixava para trás ao retornar a Lisboa, em 1821. Vai falar do Grito do Ipiranga, das enormes dificuldades do Primeiro Reinado, da abdicação de D. Pedro, em 1831, sua volta a Portugal para enfrentar o irmão, D. Miguel, que havia usurpado o trono, e a morte em 1834.

h1

Entreguinha

13/05/2011

Esta entreguinha ficou muito delicada, tudo lilás com floral miúdo, uma graça…

h1

Bolinhas

11/05/2011

Este marca páginas de tecido floral e bolinhas ficou muito fofo

R$ 7,00

Ministério do Silêncio

A partir de uma pesquisa baseada em mais de 20 quilos de documentos, o jornalista Lucas Figueiredo faz a primeira história do serviço secreto no Brasil, de sua criação aos dias atuais, passando pelos anos sombrios da ditadura. O livro traz surpreendentes revelações, e é todo ilustrado com fotos e documentos inéditos.
h1

Rosa

06/05/2011

Marca páginas com elástico e flor em tecido 100% algodão

R$ 6,00

O Burado da Agulha

Ken Follett

Este clássico de espionagem ambientado na Segunda Grande Guerra é repleto de tramas mirabolantes e intrigas internacionais.

Um brilhante espião alemão, de codinome Agulha, corre contra o tempo para descobrir o segredo dos aliados e aniquilá-los. O espião fará de tudo, até mesmo tentar matar a bela inglesa por quem se apaixona, para conseguir seu intento e ajudar a Alemanha a vencer a guerra. Mas o seu grande engano foi não contar com a perspicácia da mulher.

Os dias turbulentos que antecederam o desembarque na Normandia, o famoso Dia D, e um ritmo muito acelerado fazem desse suspense um hipnotizante thriller psicológico.

h1

Pimentinhas

03/05/2011

Marca páginas com tecido de pimentinhas e vermelho de bolinhas brancas…

R$ 7,00

O Enigma das Múmias

David E. Sentinella

A busca da imortalidade é um sonho que persegue a humanidade há séculos. Dois mil anos antes dos egípcios o Chinchorro – uma cultura perdida no Deserto do Atacama no Chile – já se utilizava de elaborados métodos de preservação dos seus mortos. A frequente tentativa de enganar a morte por parte de antigas civilizações tornou a mumificação uma arte.

 O Enigma das Múmias procura esclarecer as dúvidas, tanto na perspectiva da medicina quanto da histórica, em torno desta arte de embalsamar os mortos. O autor, David E. Sentinella, ainda reúne na obra textos de jornalistas e pesquisadores sobre as misteriosas culturas que buscavam conservar os próprios corpos para a vida após a morte.
Passando pelas fascinantes múmias do Egito antigo, catacumbas italianas, pelas múmias guanches das Ilhas Canárias, pelas Chinesas, até as milenares do Chile, O Enigma das Múmias nos permite mergulhar num misterioso mundo ancestral.

 Numa obra com estilo ágil, que agrega medicina legal, história e os mistério que envolve uma busca desesperada pela imortalidade, em O Enigma das Múmias o autor reúne textos de jornalistas e pesquisadores que trazem luz sobre temas de indiscutível atualidade e acontecimentos-chave da nossa história.

h1

Marca páginas

29/04/2011

Este marca páginas com elástico é ideal para você que vai levar seu livro juntinho de você para viajar. Ele fica bem preso e não pula do meio das páginas 😉

R$ 6,00

O Garoto no Convés

John Boyne

Em abril de 1789, semanas após concluir no Taiti uma curiosa missão com fins botânicos – coletar mudas de fruta-pão para alimentar os escravos nas colônias inglesas -, o navio de guerra britânico HMS Bounty foi palco de uma revolta de parte da tripulação contra o capitão William Bligh, que acabou deixado à própria sorte em um bote em alto-mar junto com os marinheiros ainda fiéis a seu comando. Sem provisões e instrumentos de navegação adequados, o grupo enfrentou 48 dias de duras provações até alcançar a costa do Timor. O episódio inspirou numerosos livros e filmes.

Neste livro, a história da expedição é narrada do ponto de vista de John Jacob Turnstile, um garoto de Porstmouth, sul da Inglaterra, que sofre abusos de toda sorte, inclusive sexuais, no orfanato e pratica pequenos furtos nas ruas da cidade. Detido pela polícia após roubar um relógio, é salvo pela própria vítima do roubo quando esta lhe faz uma proposta: em vez de ficar encarcerado, embarcaria no HMS Bounty para passar pelo menos dezoito meses como criado particular do respeitado capitão Bligh. Turnstile aceita a barganha, planejando fugir na primeira oportunidade. Mas a rígida disciplina da vida no mar e uma relação cada vez mais leal com o capitão transformarão sua vida para sempre. É pela voz desse adolescente insolente e sagaz, mas ao mesmo tempo frágil e ingênuo, que o leitor acompanhará uma viagem repleta de intrigas, tempestades instransponíveis, cenários exóticos e lições de lealdade, paixão e sobrevivência.

O autor acrescenta novos dados e interpretações a uma história até hoje misteriosa. Sugere, por exemplo, que a receptividade sexual das nativas do Taiti pode estar na origem da insatisfação que resultou no motim. Seduzidos – ou, no caso de Turnstile, iniciados – por elas, os marujos teriam considerado intolerável a idéia de retornar para casa, o que os colocou em linha de colisão com o capitão.

Numa prosa instigante e bem-humorada, que torna esse um romance difícil de largar, John Boyne confirma as qualidades que fizeram de O menino do pijama listrado um sucesso no mundo inteiro.

h1

Flor

08/04/2011

Marca páginas com flor em feltro e tecido 100% algodão.

R$ 7,00

Quando Nietzsche chorou

Irvin D. Yalom

Esta é uma envolvente mescla de fato e ficção, um drama de amor, fé e vontade tendo por pano de fundo o fermento intelectual da Viena do século XIX às vésperas do nascimento da psicanálise.

Friedrich Nietzsche, o maior filósofo da Europa… Josef Breuer, um dos pais da psicanálise… um pacto secreto… um jovem médico interno de hospital chamado Sigmund Freud: esses elementos se combinam para criar a saga inesquecível de um relacionamento imaginário entre um extraordinário paciente e um terapeuta talentoso.

Na abertura deste romance irresistível, a inatingível Lou Salomé roga a Breuer que ajude a tratar o desespero suicida de Nietzsche mediante sua experimental terapia através da conversa. Ao aceitar relutante a tarefa, o eminente médico realiza uma grande descoberta: somente encarando seus próprios demônios internos poderá começar a ajudar seu paciente. Assim, dois homens brilhantes e enigmáticos mergulham nas profundezas de suas próprias obsessões românticas e descobrem o poder redentor da amizade.

h1

Marca páginas

29/03/2011

Marca páginas fofo e delicado para dar um charme para sua leitura

R$ 7

Ministério do Silêncio

Lucas Figueiredo

 

A partir de uma pesquisa baseada em mais de 20 quilos de documentos, o jornalista Lucas Figueiredo faz a primeira história do serviço secreto no Brasil, de sua criação aos dias atuais, passando pelos anos sombrios da ditadura. O livro traz surpreendentes revelações, e é todo ilustrado com fotos e documentos inéditos.

h1

Marca páginas

25/03/2011

Marca páginas com flor em tecido 100% algodão e feltro

R$ 7

A menina que roubava livros

Markus Zusak

Entre 1939 e 1943, Liesel Meminger encontrou a Morte três vezes e saiu suficientemente viva das três ocasiões para que a própria, de tão impressionada, decidisse nos contar sua história, em A Menina que Roubava Livros, livro há mais de um ano na lista dos mais vendidos do The New York Times.

Desde o início da vida de Liesel na rua Himmel, numa área pobre de Molching, cidade desenxabida próxima a Munique, ela precisou achar formas de se convencer do sentido da sua existência. Horas depois de ver seu irmão morrer no colo da mãe, a menina foi largada para sempre aos cuidados de Hans e Rosa Hubermann, um pintor desempregado e uma dona de casa rabugenta.

Ao entrar na nova casa, trazia escondido na mala um livro, O Manual do Coveiro. Num momento de distração, o rapaz que enterrara seu irmão o deixara cair na neve. Foi o primeiro de vários livros que Liesel roubaria ao longo dos quatro anos seguintes. E foram estes livros que nortearam a vida de Liesel naquele tempo, quando a Alemanha era transformada diariamente pela guerra, dando trabalho dobrado à Morte. O gosto de rouba-los deu à menina uma alcunha e uma ocupação; a sede de conhecimento deu-lhe um propósito.

As palavras que Liesel encontrou em suas páginas e destacou delas seriam mais tarde aplicadas ao contexto a sua própria vida, sempre com a assistência de Hans, acordeonista amador e amável, e Max Vanderburg, o judeu do porão, o amigo quase invisível de quem ela prometera jamais falar. Há outros personagens fundamentais na história de Liesel, como Rudy Steiner, seu melhor amigo e o namorado que ela nunca teve, ou a mulher do prefeito, sua melhor amiga que ela demorou a perceber como tal. Mas só quem está ao seu lado sempre e testemunha a dor e a poesia da época em que Liesel Meminger teve sua vida salva diariamente pelas palavras, é a nossa narradora. Um dia todos irão conhece-la. Mas ter a sua história contada por ela é para poucos. Tem que valer a pena.

h1

Flores

22/03/2011

Marca página com elástico que não deixa você perder onde parou a leitura

R$ 6

O Ócio Criativo

Domenico de Masi

Em seu livro, De Masi demonstra sua insatisfação com o modelo social centrado na idolatria do trabalho. Para ele, o futuro pertence a quem sabe mesclar trabalho, estudos, atividades lúdicas e tempo livre.

h1

O que estou fazendo…

17/03/2011

Estou fazendo dois marca páginas muito fofos em tons de vermelho. Em breve publico os dois prontinhos para vocês verem

Um grande abraço e bom restinho de semana